Páscoa: Um pouco sobre a origem, símbolos e brincadeiras - Formigueiros.com
Formigueiros

Páscoa: Um pouco sobre a origem, símbolos e brincadeiras

A Páscoa é um período excelente para aqueles que contam nos dedos a data de um longo feriado. É época de viajar, de descansar, de comer muito chocolate, e por aí vai… Enfim, é um período cheio de tradições. Muitos esquecem, porém, o verdadeiro significado deste feriado onde se lembra a vida, morte e ressurreição de Cristo. Diz-se que na sexta-feira da Semana Santa, em respeito aos quarenta dias e quarenta noites em que Jesus jejuou, nós temos que ter apenas uma refeição no dia, e esta deve estar composta por peixes e mariscos, sem carne vermelha, por respeito ao corpo e ao sangue do Cristo.

páscoa1 Páscoa: Um pouco sobre a origem, símbolos e brincadeiras

Ok, mas e os chocolates? O que tem a ver o coelhinho da Páscoa com isso? Veja abaixo alguns símbolos da Páscoa:

- Coelho: Este animal está intimamente ligado a esta data porque é considerado um animal fértil. Ele se reproduz rápido e em grandes quantidades. No Egito Antigo, representava o nascimento e a esperança de novas vidas;

- Ovos: Para a cultura pagã, os ovos trazem a idéia de uma nova vida, um novo ciclo que se inicia, ou, para os cristãos, a própria ressurreição. A data é comemorada com rituais onde estes pintam seus ovos e o escondem para a chamada ‘caça aos ovos’. A partir desta base, as indústrias de chocolate passaram a fazer o ‘ovo de chocolate’, apostando, inclusive, na idéia de que não se pode comer carne vermelha neste período;

- Cordeiro: No Antigo Testamento a Páscoa era celebrada com pães ázimos e um cordeiro sacrificado, como recordação do grande feito de Deus em prol de seu povo: a libertação da escravidão do Egito. Assim o povo de Israel celebrava a libertação e a aliança de Deus com seu povo. Para os cristãos, o cordeiro é o próprio Jesus, Cordeiro de Deus, que foi sacrificado na cruz pelos nossos pecados, e cujo sangue nos redimiu;

- Círio Pascal: Significa simplesmente que ‘Cristo é luz’ para os povos. Simboliza a saída das trevas para a luz e é acendida no sábado de aleluia;

- Girassol: O girassol, como símbolo da páscoa, representa a busca da luz (que, no contexto, é Jesus Cristo);

- Pão e vinho: O pão e o vinho simbolizam a aliança eterna do Criador com a sua criatura e sua presença no meio de nós: São o corpo e o sangue de Cristo;

- Colomba Pascal: O bolo em forma de “pomba da paz” significa a vinda do Espírito Santo. Diz a lenda que a tradição surgiu na vila de Pavia (norte da Itália), onde um confeiteiro teria presenteado o rei lombardo Albuíno com a guloseima. O soberano, por sua vez, teria poupado a cidade de uma cruel invasão graças ao agrado;

- Sinos: No domingo de páscoa, tocando festivo, os sinos anunciam com alegria a celebração da ressurreição de Cristo.

Não esquecendo de suas origens, e tendo em vista que o feriado é de comemoração (de vida, de ressurreição), podemos então torná-la divertida. E, como dito anteriormente, uma das brincadeiras mais comuns utilizada por pais e filhos (mas que pode ser adaptada para os ‘grandões’) é a de caça aos ovos de páscoa deixadas pelo ‘coelhinho’.

Os pais geralmente escondem os doces de madrugada, para as crianças poderem procurá-los na manhã do domingo de Páscoa. Trata-se de um jogo divertido, caracterizado pelo clima de fantasia dos pequenos, que acreditam no coelhinho da Páscoa. Confira algumas sugestões que podem ajudar a tornar essa brincadeira ainda mais especial para seus filhos:

O que usar
• Ovos de Páscoa
• Farinha
• Cestinhas

Passo-a-Passo
1. Dê às crianças uma cestinha, de preferência, decorada com motivos de Páscoa, para ela guardar os ovos que forem encontrando;

2. Na noite do Sábado de Aleluia, estimule as crianças a ajudarem a fazer uma “armadilha” para o coelhinho, deixando algumas cenouras ao lado de um pote com farinha de trigo;

3. Depois que elas forem dormir, esconda os ovinhos de chocolate em lugares acessíveis, mas não os deixe muito à mostra, para tornar a brincadeira mais interessante;

4. Junte os dedos da mão, encoste na farinha de trigo e depois no chão, formando marcas semelhantes a pegadas de coelhos;

5. Faça uma trilha dessas “pegadas”, guiando as crianças até os esconderijos dos ovos de Páscoa;

6. Não se esqueça de morder as cenouras – ou simular uma mordida – para caracterizar a visita de um coelho faminto durante a noite e mostrar que ele caiu na armadilha preparada;

7. Além das pegadas, pedaços de cenoura espalhados pela casa também podem servir como pistas.

Dicas
• Para tornar a brincadeira mais longa e animada, compre vários ovos de chocolate pequenos, ao invés de poucos ovos maiores. A quantidade torna a caçada mais interessante
• As crianças também podem produzir, elas mesmas, as cestinhas para carregar os ovos encontrados
• Além da caça aos ovos, pinturas de coelho no rosto, músicas, desenhos e dobraduras em forma de coelhos são também boas opções de diversão para as crianças na Páscoa
Fazer pintura de coelho no rosto

Extraído do Yahoo e do Portal da Família

Categorias: Formigueiros
Tags: , , , ,
abril 1, 2010 | Por Arteira | Comente

Comente