Rafael Ilha (ex-Polegar): Do auge à decadência - Formigueiros.com
Formigueiros

Rafael Ilha (ex-Polegar): Do auge à decadência

Quem viveu intensamente a década de 80 deve se lembrar do auge da fama do Grupo Polegar. Neste período, a banda fez muito sucesso e recebeu seu primeiro disco de ouro com a música ‘Dá pra mim’, além de outros grandes sucessos como ‘Ando falando sozinho’, ‘Sou como sou’ (este último é a cara dos filmes da Angélica e do Gugu Liberato…rsrs) e ‘Ela não liga’ (também vencedor do disco de ouro em seu segundo disco).

rafael ilha

No início da década de 90 o guitarrista Rafael Ilha saiu do grupo. De lá pra cá sua vida é marcada por polêmicas envolvendo drogas e diversos casos policiais. A última polêmica, ocorrida nesta terça-feira, foi uma tentativa de suicídio através de cortes no pescoço marcado por depressão profunda, segundo seu advogado, por conta da saudade dos filhos e do divórcio ocorrido no ano passado. Ninguém sabe se usava entorpecentes na hora do ‘surto’… Mas vamos tirar nossas próprias conclusões através de seu histórico:

1991 – Deixa o Grupo Polegar;

1998 – Foi preso pela primeira vez quando tentava assaltar pessoas em cruzamentos para comprar drogas. Ele roubou um vale-transporte e R$ 1,00 de uma balconista na Zona Sul de São Paulo (Não é decadente?);

1999 – Foi detido por pilotar uma moto na contramão, além de duas prisões por porte de cocaína;

2000 – Passou mal depois de engolir uma caneta, três isqueiros e uma pilha durante crise de abstinência. No mesmo ano, meses depois, engoliu mais duas pilhas e teve que se submeter a uma cirurgia para retirada dos objetos;

2005 – Foi detido por porte ilegal de armas;

2007 – Desta vez, como vítima, foi agredido por um colega quando o tentava convencer a se internar em uma clínica de dependentes químicos;

2008 – Foi acusado de tentativa seqüestro e formação de quadrilha e ficou preso por 17 dias;

2009 – Tentou suicídio por depressão profunda, cortando o pescoço com cacos de vidro.

É  uma história realmente lamentável… Está na hora do ser humano começar a ter respeito por si e pelos outros que estão à sua volta. ‘A vida é pra ser vivida’ como a própria música que um dia esse rapaz cantou sugere… Então vamos VIVER! Aproveite para relembrar alguns momentos da fase boa da vida de Rafael Ilha e da década de 80:


Categorias: Formigueiros,música
Tags: , , , ,
outubro 21, 2009 | Por Arteira | Comente

Comente