De Robinho & Manchester City - Formigueiros.com
Formigueiros

De Robinho & Manchester City

robinho

Para quem tinha dúvidas se Robinho conseguiria mostrar todo o seu potencial no futebol inglês – onde, dizem, a marcação é mais forte e o jogo é mais físico – estas três primeiras partidas do craque brasileiro foram bem esclarecedoras.

Primeiro, não é porque os jogadores são mais fortes que conseguem marcar melhor. Se levarmos em consideração o belíssimo drible que Robinho mandou para cima do goleiro do Portsmouth – onde com uma mera pedalada deixou o pobre arqueiro deitado por terra, emendando ainda a jogada com um malogrado “chute” de letra – veremos que força e técnica não são a mesma coisa nem quando se está lidado com a marcação. Até agora os zagueiros ingleses não estão nem vendo a cor da bola.

Segundo, o ambiente do Manchester City parece estar fazendo bem para o craque que à cada partida vem se entrosando mais com os companheiros e Elano, além do bom jogador inglês Wright-Philips. Essa mudança de ares já se reflete na maneira de Robinho atuar, cada vez mais solto e dono do seu lugar na equipe.

Robinho não é daquela classe de jogadores objetivos – tão bem representada por Kaká dentre tantos outros – que consegue exprimir todo seu potencial em quaisquer circuntâncias. Ele é um artista da bola, um atleta que põe muito do que ele é no objeto de seu trabalho. E é por isso mesmo que Robinho tem necessariamente de estar bem para jogar, para brilhar, para encantar os torcedores com aquele futebol torto, moleque, enviesado, que ele tão bem expressou no Santos e na nossa seleção brasileira.

É isso, como artista que é, em vez de executar jogadas, Robinho expressa jogadas. Tudo aquilo que faz é expressão do que é e de como está.

Se assim realmente for, ele deve estar sentindo-se muito bem em seu novo clube!

Categorias: Esporte
Tags: , , , ,
setembro 23, 2008 | Por Thiago | Comente

Comente