Pequim: Brasil vence Nigéria com show de Cristiane - Formigueiros.com
Formigueiros

Pequim: Brasil vence Nigéria com show de Cristiane

meninas brasil

O esporte pode ensinar alguma coisa para alguém?
Alguns pensam que sim, outros que não, e tem outros ainda que ficam em cima do muro, pendendo para ambos os lados a cada virada da maré.

Mas, sinceramente, esta olimpíada tem nos dado muitas lições.
Até agora, aprendemos que não podemos duvidar de ninguém, que muitas vezes a vitória surge de quem menos esperamos, e que os fortes, por vezes, sucumbem sob a própria fortaleza, pressionados por algum suposto favoritismo que lhes embota a visão e alerta a sagacidade adversária.

Com o nosso desempenho nos jogos, ficou clara também a situação em que se encontra o nosso país. Conquistamos apenas três medalhas até agora, todas de bronze. Diante disto, torna-se evidente as más condições de treino dos nossos atletas.

Mas, quando vemos o futebol de nossas meninas, todo esse pessimismo parece desaparecer.
É uma garra, uma força, uma potência, uma técnica que dá gosto de ver.

A equipe é desorganizada, não temos como negar.
Mas que elas jogam muita bola, jogam.

O jogo contra a Nigéria começou mal. Levamos um gol de pênalti e as oponentes cresceram com aquela força que desenvolvemos quando estamos diante de uma alegria inesperada que criamos impossível.

Mas quando as adversárias pensaran que se concentrando em marcar a melhor jogadora do mundo, a infernal Marta, estariam neutralizando a nossa seleção, eis que surge uma agradável surpresa. Cristiane, nossa atacante, que até então vinha meio sumida nas Olimpíadas, desencantou e mandou três gols para cima das Nigerianas. E olhe que um destes gols deveria valer por dois: foi uma linda meia-bicicleta que deixou a goleira africana apenas como espectadora do belíssimo lance. Coisa de futebol de rua.

cristiane futebol

Foi até engraçado a cara confusa das adversárias ao perceberem que não adiantava marcar somente a Marta, que se descuidassem, Cristiane decidia a partida num átimo. E se, caso contrário, optassem pela Segunda, a primeira tomaria a bola do jogo para si e a derrota seria, talvez, até pior.

Pois bem, vencemos e convencemos.
Nosso futebol olímpico – feminino e masculino – está indo de vento em popa.
Com um pouco de sorte, colocaremos os pés no tão sonhado ouro.

futebol

Categorias: Esporte
Tags: , , , ,
agosto 13, 2008 | Por Thiago | Comente

Comente